Voando livre no por do sol - Pedra da Gávea - verão 2014

Rio de Janeiro , 3a feira - 28 de janeiro de 2014

Olá galera do SUP ,
Atualmente eu tenho dividido o meu tempo entre as aulas, passeios e travessias de SUP, e os voos duplos panorâmicos de instrução
com asa delta na Pedra Bonita - que certamente é um dos melhores lugares para a pratica do voo livre no mundo .
Por isso hoje eu quero compartilhar com vcs um pouco dessa experiencia maravilhosa, postando aqui as fotos desse voo de ontem no pôr do sol de verão, com a minha sortuda aluna Raiza ... Essas imagens na postagem abaixo falam mais do que qualquer palavra !

sábado, 13 de março de 2010

Comandante André Sansoldo : um amigo, parceiro e ídolo !













Casado há mais de 30 anos com a Patrícia, sua eterna namorada e sempre companheira; com quem tem 3 filhos já adultos, eu conheci o "Commander" quando iniciei no Vôo livre na Pedra Bonita em 1978 aos 18 anos de idade quando êle já era campeão Brasileiro de vôo livre . Sempre atencioso com os novos pilotos , êle passou a ser uma referência para mim e para outros amigos e parceiros do surf que na ocasião "migravam" para o vôo livre comigo.

Na época êle tinha uma Brasília branca e andava sempre com aquele modelo tradicional de óculos RAY BAN preferido pelos pilotos de aeronaves de um modo geral naquele tempo.

Sempre na Pedra Bonita em companhia de seu irmão Leandro, e dos amigos e também irmãos Dado e Tavinho Cartolano ( "feras" no vôo livre e que também logo se tornaram pilotos "Masters" de jatos comerciais...), esses caras eram muito unidos e formavam o que eles próprios chamavam de " a equipe" !

Suas asas tinham raios estampados nas velas e eram sempre as mais vistas por mim e meus amigos também moradores , antes de começarmos a pensar em voar ...

Êles foram realmente muito importantes para a evolução técnica no vôo livre, se tornando nossos grandes amigos e parceiros numa longa e maravilhosa jornada de nossas vidas, que consideramos hoje em dia como os "anos dourados" do vôo livre no RJ , apesar das limitações técnicas das asas se comparadas aos modelos atuais... Hoje em dia percebo o quanto foi importante ter tido bons exemplos durante o meu aprendizado no vôo livre, o que certamente reduziu o risco inerente daquela nova e arriscada atividade . Nesse ponto, os irmãos "Sansoldo" e "Cartolano" eram ótimos exemplos e serem seguidos.

Quando eu e os irmãos Falcão (Paulinho , Roni e Cacau) começamos a ver as primeiras asas decolando da Pedra Bonita; geralmente quando jogávamos futebol no campo antigo do Gávea Golfe clube ou surfando as ondas que na época quebravam perfeitas ali em frente ao Hotel Nacional, ficávamos muito impressionados com aquele tipo de "surf aéreo" !
Ainda mais quando as asas começavam a fazer voltas seguidas de 360º com agilidade e rapidez !
Na época nós éramos surfistas "fissurados", mas vendo os amigos Arnaldo Borges, Beto Dourado , Julio Tedesco e Curumim recém iniciados naquele esporte novo e extremamente radical, começamos a sonhar com a possibilidade de algum dia experimentarmos aquela sensação o que então ainda era apenas um sonho para nós (...)

Me lembro que fiquei surprêso e contente, quando vi esses caras carregando pranchas de surf no rack do carro junto com suas asas o que acabou nos unindo mais ainda por descobrimos que existia uma outra paixão forte em comum entre nós : o SURF ! Durante décadas de convívio na Pedra Bonita, raramente optávamos pelo SURF, exceto nos dias de vento terral ruins para o vôo ...Nem podíamos imaginar que algumas dácadas depois o SURF voltaria a ser prioridade para nós (...)

Quase dez anos depois muita dedicação ao Vôo livre, em 1987 acabei indo passar férias em Bali sem jamais imaginar que por lá me casaria com uma Indonesiana com quem tive os meus filhos nascidos e criados por lá .
Durante esse período, sempre que eu voltava ao Brasil para passar o Natal e ano novo com a família, era um prazer enorme reencontrar e curtir vôo livre com o André Sansoldo - apelidado de "COMMANDER" - pela sua destreza e classe na pilotagem de helicópteros , asas delta e tantos modelos de aviõezinhos de contrôle remoto que êle curtia nos finais de tarde ali no Pepino, ou no relêvo em volta da Prainha depois do surf .

Nessa época êle ficava com os olhos arregalados ao ouvir os meus relatos sôbre a perfeição das ondas em Bali, mostrando sempre muita vontade de conhecer o lugar que é o "sonho de consumo" de todos os tipos de surfistas no mundo inteiro ...
Mas, insistia em me chamar para ir surfar com êle na praia da Macumba ; e , apesar de saber que êle era um veterano e hábil surfista do Leme e Copacabana desde meados da década de 60 (quando ainda não havia o atêrro em Copacabana - época da qual eu me recordo vagamente), eu sempre "esnobava" os convites dizendo que para surfar comigo êle teria que ir a Bali, pois o meu foco maior quando no RJ eram as térmicas perfeitas do verão na Pedra Bonita, e não disputar as marolas "imperfeitas" com o terrível "crowd" do surf Carioca.

Assim sendo, durante anos lá estava eu estava desmontando a asa no pôr do sol de verão nos meses de Dezembro e Janeiro ali no Pepino, quando êle chegava com o "longboard" no carro de volta da praia da Macumba, enaltecendo sempre com os olhos arregalados a "perfeição" das ondas na Macumba e Prainha (...)
Eu ficava só escutando, para no final dizer-lhe :
- "Commander", você tem que conhecer a perfeição das ondas em BALI !

O que nós jamais poderíamos imaginar, é que em 2003 eu voltaria a morar no Rio de Janeiro e que poucos anos depois nós voltaríamos a curtir juntos intensamente como nos tempos de Pedra Bonita; só que agora, praticando uma nova modalidade de surf que nos encanta mais a cada dia, e que para nós transformou as ondas ondas cariocas de qualidade "questionável" (para não ofender aqueles que jamais viram uma onda tubular e perfeita, do começo ao fim...), em ondas perfeita e ainda por cima, sem a disputa pela onda o que é muito ruim e comprometedor para o prazer absoluto dos surfistas no Mundo inteiro .

Graças a Deus, descobrimos o "STAND UP SURF" nessa altura de nossas vidas !
Costumo dizer sem exagerar, que eu nunca curti tanto a orla carioca como agora, pois alem da fartura de ondas para o SUP também temos feito passeiose travessias espetaculares por lugares que jamais poderíamos imaginar que um dia faríamos remando em pé numa prancha que também surfa nas ondas.

Atualmente, quando o André não está no comando de um helicóptero bi-turbinado que êle pilota com maestria ; e costuma chamar de "nave interplanetária", muito provávelmente êle está surfando de sup com muito estilo e classe numa das deslumbrantes praias entre o canto do Recreio e Guaratiba, aonde é respeitado e admirado por várias gerações de diferentes tipos de surfistas .

Obrigado "Commander" pela sua sempre nobre parceria, no ar na terra e no mar !
Espero continuar curtindo muito SUP surf contigo e nossos amigos e parceiros por muitos emuitos anos , aqui no RJ e também na Indonésia qualquer dia desses (...)

Obs :
- Na 1a foto acima : Patrícia e André Sansoldo - praia da Macumba em 6/7/2008
- André checando o mar no canto do recreio ;
- André em ação na Macumba;
- André Sansoldo remando num SUP - modelo TOM BLAKE - Circa 1930 que foi fabricada por seu pai ; o cientista e velejador Carlos Sansoldo , homenageado pelo Iate clube do Rio de Janeiro que tem no seu calendário de iatismo uma regata tradicional com o seu nome .
- André com o Cmte Marcos Santos , seu parceiro fiel no helicóptero .

2 comentários:

  1. Excelente matéria....

    Sansoldo é o cara.

    ResponderExcluir
  2. sim, Zé Mário ... Mais uma domingueira carioca de sup surf com o "Commander" hoje a tarde, depois de uma aula de manhã na lagôa com um vento terral fortíssimo , que finalmente me "batizou" na agua da "Sacopenapã" pela primeira vez depois de uns 30 treinos "sêcos" por lá . Explorando o nosso prestígio contigo e para o nosso maior confôrto, paramos o carro lá naquela garagem espetacular do NEXT, para curtirmos umas marolas fracas e mexidas em 2 valas ali em frente . Mais uma vez concluímos que o SUP faz a diferença, pois nossos treinos sempre nos deixam com aquela ótima sensação de muitas ondas surfadas, qualquer que seja a condição ...
    Boa viagem e volte certo de poder contar com a nossa parceria pata um treino forte algum dia dessa semana que começa a amanhã .
    Selamat jalan !
    Abraço ,
    Gui

    ResponderExcluir