Voando livre no por do sol - Pedra da Gávea - verão 2014

Rio de Janeiro , 3a feira - 28 de janeiro de 2014

Olá galera do SUP ,
Atualmente eu tenho dividido o meu tempo entre as aulas, passeios e travessias de SUP, e os voos duplos panorâmicos de instrução
com asa delta na Pedra Bonita - que certamente é um dos melhores lugares para a pratica do voo livre no mundo .
Por isso hoje eu quero compartilhar com vcs um pouco dessa experiencia maravilhosa, postando aqui as fotos desse voo de ontem no pôr do sol de verão, com a minha sortuda aluna Raiza ... Essas imagens na postagem abaixo falam mais do que qualquer palavra !

quarta-feira, 24 de março de 2010

Felipe Veiga no caminho certo ...






Em 13 de dezembro de 2007, eu tirei essa foto (mais acima aqui) na estréia do Felipe Veiga no sup , bem em frente a praia "Secreta" que fica ali logo depois do Pingo D'Água em Angra dos Reis , um verdadeiro paraíso para o sup ...

Naquele dia eu fui e voltei remando do Hotel do Frade até lá para me encontrar com a familia e uns amigos, que estavam passeando de lancha; usando um sup havaiano "Dennis Pang - 11'6" - que me foi gentilmente emprestado durante 1 mês naquele verão 2008, pelo amigo e grande incentivador - Edu Nahuys -, que na época já praticava o sup surf incentivado por seu amigo e "legend" do surf Brasileiro - o famoso Rico de Souza .

Foi uma das primeiras remadas mais longas que eu fiz com o sup, o que me deixou fascinado; sobretudo, por poder curtir de uma maneira bem tranquila e inusitada até então , navegar de pé ,numa prancha movida apenas pela minha própria energia propulsora, por vários costões e lugares que eu sempre havia navegado desde bem garôto a bordo de diferentes tipos e portes de lanchas, sendo tôdas elas; invariávelmente, barulhentas (...)

Muito tempo se passou, até que no final do ano passado o Felipe resolveu comprar um sup ART IN SURF 10' ( tenho um igual até hoje... ) ; e depois de alguns poucos treinos aqui no RJ, êle já começou a sentir o prazer de deslizar nas marolas perfeitas para o aprendizado do sup surf na praia Rasa em Buzios ...
Fiquei muiro contente de receber essas fotos dêle ontem, pois dá pra notar que alem de conseguir entrar nas ondas com um ótimo ritmo de remada, êle já está com uma base muito bôa e com um belo estilo !
Tenho a certeza que êle descobriu um esporte maravilhoso e saudável, e que a partir de agora terei mais um parceiro nos treinos de remada e sup surf, aqui e em Buzios (...)
Parabens Felipe e selamat sup surfing !

"Deus ajuda a quem cêdo madruga ..."




...Ontem e hoje eu tive que ouvir meu amigo e parceiro Arnaldo Borges , dizer :
- "Deus ajuda a quem cêdo madruga ! "
E foi o que aconteceu pra êle que acordou ainda escuro nesses 2 ultimos dias, para curtir 2 bons treinos numa "valinha" perfeita, principalmente para a direita, ali perto do posto 3 no inicio da praia da Barra da Tijuca . Essas fotos tiradas por êle ilustram bem a perfeita formação das marolas para a prática do sup surf ...

segunda-feira, 22 de março de 2010

Sup surf de qualidade no sul do Brasil


Desde meados da década de 70; quando eu fui com os amigos surfar pela primeira as ondas fartas e perfeitas do sul do Brasil, que eu ouço falar nos irmãos Mico e Paulo Sefton que naquela época já eram conhecidos como ótimos surfistas gaúchos ...
Esses caras tiveram o privilégio de desbravar os melhores picos de surf no sul numa época maravilhosa, e desde então por lá resolveram fixar residencia para aproveitar intensamente aquela vidinha maravilhosa e tranquila, que atraiu também vários amigos meus surfistas cariocas que por lá também estão felizes até hoje ...
Alguns anos atrás eu tive o prazer de conhecer o Mico em Bali por intermédio de um bom amigo em comum -Darcy Guimarães - também morador antigo de Garopaba ; e , dias atrás recebi essa foto muito bôa do Paulo Sefton mostrando no sup tôda a sua habilidade , estilo refinado e experiencia de décadas como surfista ...
Legal constatar que aos poucos o "stand up surf" cresce no Brasil inteiro, e que para o crescimento técnico do esporte temos vários surfistas veteranos e fissurados mostrando como se pratica o sup com estilo, atitude e muito entusiasmo com essa tão maravilhosa e supreendente descoberta para nós surfistas veteranos da década de 70 (...)

sábado, 20 de março de 2010

1º dia de sup surf no outono de 2010 ...






A luz de um belo dia de outono carioca é motivo para muitos suspiros e exaltações, e não é pra menos ...

Ontem a noite o Andre Sansoldo - meu parceiro de sempre - no sup surf ,ligou dizendo que faria uma viagem de helicóptero hoje logo cêdo, e que depois estaria livre para curtimos juntos a Domingueira de surf em Guaratiba aonde na véspera êle havia perdido dentro d'água a sua câmera Cannon waterproof ainda bem pouco usada(...)
Sendo assim, hoje foi o meu dia de registrar o treino nas micro marolas perfeitas na Barra de Guaratiba um dos nossos point prediletos nessa majestosa e deslumbrante orla carioca ...
As marolas estavam perfeitas para quem já tem alguma prática de remada e está querendo experimentar os primeiros "cortes" no sup surf; vejam (...)

Marcos Perez mostrando em Uluwatu que o SUP ...






No início de minha prática no "sup" eu sempre ouvia os surfistas dizerem que o SUP ("stand up paddleboard" ) é surf de "corôa" , e que pelo tamanho da prancha só daria para surfar marolas mesmo ... O tempo passou , e nomes como Carlos Burle, Eraldo Gueiros , Laird Hamilton, Tom Carrol , Gerry Lopez e tantos outros "feras" de fama internacional em ondas grandes, enormes e gigantes, praticam regularmente o "sup surf" em ondas cada vez maiores e com pranchas cada vez menores (...)
Mais um amigo e parceiro de décadas de surf em Bali se empolgou com o sup, e aí nessas belas fotos tiradas ontem em Uluwatu (20/3/2010), provando também que o sup tb "serve" para surfar ondas grandes .

O "Pak Perez" como é conhecido por lá, tem mais de.de 1.90 de altura o que nos permite avaliar bem o tamanho dessas ondas (...)

terça-feira, 16 de março de 2010

Travessia Pepê - Ilhas Tijucas e Palmas - São Conrado






Com o tempo nublado, o mar bem calmo e a previsão de vento sudoeste fraco para o meio do dia , resolvi chamar meu amigo e parceiro de sempre; Roni Falcão, para uma travessia de sup da praia do Pepê até São Conrado passando pelas ilhas Tijucas ( que são duas : "de fora" e "de dentro"...) e depois também pela de ilha de Palmas - aquela ilha que fica solitária e mais afastada no mar entre São Conrado e a ponta do clube Costa Brava -no trajeto final até o Hotel Nacional .
Aí estão as fotos de mais essa aventura espetacular , de tantas outras possíveis com o sup pela nossa majestosa orla carioca ...
Distância aproximada do percurso : 12 kms
Duração : 1 hora e 25'

sábado, 13 de março de 2010

Comandante André Sansoldo : um amigo, parceiro e ídolo !













Casado há mais de 30 anos com a Patrícia, sua eterna namorada e sempre companheira; com quem tem 3 filhos já adultos, eu conheci o "Commander" quando iniciei no Vôo livre na Pedra Bonita em 1978 aos 18 anos de idade quando êle já era campeão Brasileiro de vôo livre . Sempre atencioso com os novos pilotos , êle passou a ser uma referência para mim e para outros amigos e parceiros do surf que na ocasião "migravam" para o vôo livre comigo.

Na época êle tinha uma Brasília branca e andava sempre com aquele modelo tradicional de óculos RAY BAN preferido pelos pilotos de aeronaves de um modo geral naquele tempo.

Sempre na Pedra Bonita em companhia de seu irmão Leandro, e dos amigos e também irmãos Dado e Tavinho Cartolano ( "feras" no vôo livre e que também logo se tornaram pilotos "Masters" de jatos comerciais...), esses caras eram muito unidos e formavam o que eles próprios chamavam de " a equipe" !

Suas asas tinham raios estampados nas velas e eram sempre as mais vistas por mim e meus amigos também moradores , antes de começarmos a pensar em voar ...

Êles foram realmente muito importantes para a evolução técnica no vôo livre, se tornando nossos grandes amigos e parceiros numa longa e maravilhosa jornada de nossas vidas, que consideramos hoje em dia como os "anos dourados" do vôo livre no RJ , apesar das limitações técnicas das asas se comparadas aos modelos atuais... Hoje em dia percebo o quanto foi importante ter tido bons exemplos durante o meu aprendizado no vôo livre, o que certamente reduziu o risco inerente daquela nova e arriscada atividade . Nesse ponto, os irmãos "Sansoldo" e "Cartolano" eram ótimos exemplos e serem seguidos.

Quando eu e os irmãos Falcão (Paulinho , Roni e Cacau) começamos a ver as primeiras asas decolando da Pedra Bonita; geralmente quando jogávamos futebol no campo antigo do Gávea Golfe clube ou surfando as ondas que na época quebravam perfeitas ali em frente ao Hotel Nacional, ficávamos muito impressionados com aquele tipo de "surf aéreo" !
Ainda mais quando as asas começavam a fazer voltas seguidas de 360º com agilidade e rapidez !
Na época nós éramos surfistas "fissurados", mas vendo os amigos Arnaldo Borges, Beto Dourado , Julio Tedesco e Curumim recém iniciados naquele esporte novo e extremamente radical, começamos a sonhar com a possibilidade de algum dia experimentarmos aquela sensação o que então ainda era apenas um sonho para nós (...)

Me lembro que fiquei surprêso e contente, quando vi esses caras carregando pranchas de surf no rack do carro junto com suas asas o que acabou nos unindo mais ainda por descobrimos que existia uma outra paixão forte em comum entre nós : o SURF ! Durante décadas de convívio na Pedra Bonita, raramente optávamos pelo SURF, exceto nos dias de vento terral ruins para o vôo ...Nem podíamos imaginar que algumas dácadas depois o SURF voltaria a ser prioridade para nós (...)

Quase dez anos depois muita dedicação ao Vôo livre, em 1987 acabei indo passar férias em Bali sem jamais imaginar que por lá me casaria com uma Indonesiana com quem tive os meus filhos nascidos e criados por lá .
Durante esse período, sempre que eu voltava ao Brasil para passar o Natal e ano novo com a família, era um prazer enorme reencontrar e curtir vôo livre com o André Sansoldo - apelidado de "COMMANDER" - pela sua destreza e classe na pilotagem de helicópteros , asas delta e tantos modelos de aviõezinhos de contrôle remoto que êle curtia nos finais de tarde ali no Pepino, ou no relêvo em volta da Prainha depois do surf .

Nessa época êle ficava com os olhos arregalados ao ouvir os meus relatos sôbre a perfeição das ondas em Bali, mostrando sempre muita vontade de conhecer o lugar que é o "sonho de consumo" de todos os tipos de surfistas no mundo inteiro ...
Mas, insistia em me chamar para ir surfar com êle na praia da Macumba ; e , apesar de saber que êle era um veterano e hábil surfista do Leme e Copacabana desde meados da década de 60 (quando ainda não havia o atêrro em Copacabana - época da qual eu me recordo vagamente), eu sempre "esnobava" os convites dizendo que para surfar comigo êle teria que ir a Bali, pois o meu foco maior quando no RJ eram as térmicas perfeitas do verão na Pedra Bonita, e não disputar as marolas "imperfeitas" com o terrível "crowd" do surf Carioca.

Assim sendo, durante anos lá estava eu estava desmontando a asa no pôr do sol de verão nos meses de Dezembro e Janeiro ali no Pepino, quando êle chegava com o "longboard" no carro de volta da praia da Macumba, enaltecendo sempre com os olhos arregalados a "perfeição" das ondas na Macumba e Prainha (...)
Eu ficava só escutando, para no final dizer-lhe :
- "Commander", você tem que conhecer a perfeição das ondas em BALI !

O que nós jamais poderíamos imaginar, é que em 2003 eu voltaria a morar no Rio de Janeiro e que poucos anos depois nós voltaríamos a curtir juntos intensamente como nos tempos de Pedra Bonita; só que agora, praticando uma nova modalidade de surf que nos encanta mais a cada dia, e que para nós transformou as ondas ondas cariocas de qualidade "questionável" (para não ofender aqueles que jamais viram uma onda tubular e perfeita, do começo ao fim...), em ondas perfeita e ainda por cima, sem a disputa pela onda o que é muito ruim e comprometedor para o prazer absoluto dos surfistas no Mundo inteiro .

Graças a Deus, descobrimos o "STAND UP SURF" nessa altura de nossas vidas !
Costumo dizer sem exagerar, que eu nunca curti tanto a orla carioca como agora, pois alem da fartura de ondas para o SUP também temos feito passeiose travessias espetaculares por lugares que jamais poderíamos imaginar que um dia faríamos remando em pé numa prancha que também surfa nas ondas.

Atualmente, quando o André não está no comando de um helicóptero bi-turbinado que êle pilota com maestria ; e costuma chamar de "nave interplanetária", muito provávelmente êle está surfando de sup com muito estilo e classe numa das deslumbrantes praias entre o canto do Recreio e Guaratiba, aonde é respeitado e admirado por várias gerações de diferentes tipos de surfistas .

Obrigado "Commander" pela sua sempre nobre parceria, no ar na terra e no mar !
Espero continuar curtindo muito SUP surf contigo e nossos amigos e parceiros por muitos emuitos anos , aqui no RJ e também na Indonésia qualquer dia desses (...)

Obs :
- Na 1a foto acima : Patrícia e André Sansoldo - praia da Macumba em 6/7/2008
- André checando o mar no canto do recreio ;
- André em ação na Macumba;
- André Sansoldo remando num SUP - modelo TOM BLAKE - Circa 1930 que foi fabricada por seu pai ; o cientista e velejador Carlos Sansoldo , homenageado pelo Iate clube do Rio de Janeiro que tem no seu calendário de iatismo uma regata tradicional com o seu nome .
- André com o Cmte Marcos Santos , seu parceiro fiel no helicóptero .

RicoSurf - Sua onda começa aqui: Notícias de Surf, Longboard, Bodyboard, Standup, Surf feminino, Entrevistas e esportes radicais.

RicoSurf - Sua onda começa aqui: Notícias de Surf, Longboard, Bodyboard, Standup, Surf feminino, Entrevistas e esportes radicais.

:: 12/3/2010 - Rosaldo Cavalcanti - Ataques de tubarão crescem na Austrália


De acordo com as estatísticas do ‘Shark Attack File’, o número de ataques de tubarão aumentou na Austrália no ano passado.

Em 2009 foram registrados 20 ataques de tubarões na costa australiana. Um número maior do que o reportado nos anos anteriores. Em 2008 foram 12 ataques, enquanto 13 ocorreram em 2007.

Enquanto isso, nos EUA os casos de ataques de tubarões vêm diminuindo. Porém, de acordo com a ‘University of Florida‘, os EUA ainda são o país com o maior número de ataques registrados em todo o mundo. Ou seja, os americanos continuam sendo as maiores vítimas dos tubarões.

Segundo George Burgess, curador do ‘International Shark Attack File’, da ‘University of Florida’, o número de ataques nos EUA diminuíram de 41, em 2008, para 28, no ano passado.

Há cerca de um mês, um kite surfer de 38 anos foi atacado e morto por um tubarão em Stuart Beach, na Florida. Foi o primeiro caso de ataque fatal na Florida nos últimos cinco anos.

Em 2009 ocorreram 61 ataques em volta do mundo. Um número um pouco maior do que o registrado em 2008, quando ocorreram 60 casos de ataques. Dos 61 ataques registrados em 2009, 28 deles aconteceram nos EUA. Outros 20 na Austrália e apenas seis na África do Sul. Os demais foram reportados no Egito, Equador, Indonésia, Moçambique, Nova Caledônia e no Vietnam.

Em 2009, cinco pessoas morreram em consequência de ataques de tubarões, contra quatro no ano anterior. Com exceção de um caso fatal ocorrido na Nova Caledônia, que fica no sudoeste do oceano Pacífico, as demais fatalidades foram reportadas na África do Sul, onde são encontrados os tubarões brancos (Great whites), conhecidos por seu enorme tamanho – podem chegar até os 7 metros de comprimentos e pesar mais de 3 toneladas - comportamento agressivo e por eventualmente atacar os seres humanos. Uma das vítimas estava praticando surf de peito, enquanto outra estava apenas nadando no mar. As outras três estavam surfando.

Segundo Burgess, os surfistas são as maiores vítimas dos ataques de tubarão. Não foi por acaso que mais da metade dos ataques registrados tiveram surfistas como alvos.

O estudo também revelou que cada vez menos pessoas estão morrendo em consequência de ataques de tubarão. No século passado, cerca de 60% dos ataques eram fatais. Mas entre os anos 2000 e 2010, apenas 7% dos seres humanos atacados morreram. Segundo Burgess, “a evolução da medicina e o atendimento rápido às vítimas explicam o número decrescente de casos fatais”.

Ainda segundo Burgess, "o fato é que a maioria dos ataques de tubarão não causa a morte da vítima. Em geral, eles se parecem mais com um ataque de cachorro, do tipo pitbull, do que a de um tubarão como aquele do filme ‘Jaws’, de Steven Spielberg”.

Apesar do número de ataques nos EUA ter diminuído nos últimos três anos, isto ainda não pode significar que esta é uma tendência para os próximos anos. Na África do Sul, por exemplo, em 2009 ocorreram seis ataques, contra nenhum caso em 2008 e dois em 2007. Ou seja, o número de ataques na África do Sul aumentou nos últimos dois anos.

O fato é que houve um aumento no número de ataques nas últimas duas décadas. Porém, os estudiosos do assunto atribuem este aumento a uma melhora no registro dos ataques.

George Burgess revelou que uma das maneiras de diminuir a chance de ser atacado por um tubarão é evitar estar no mar de manhã cedo e no final da tarde, períodos nos quais são maiores as chances de ocorrer um ataque.

Outra dica é evitar entrar sozinho no mar. “Existe uma razão pela qual os peixes nadam em cardumes, os pássaros voam em bandos e os antílopes são vistos em grandes números nas savanas africanas. É como se um estivesse protegendo o outro. No mar, os seres humanos devem adotar uma postura semelhante e jamais ficar sozinho na água. Principalmente em lugares desertos e famosos pela presença de tubarões”, explica George Burgess.

Abraço e boas ondas,
Rosaldo cavalcanti

Ricosurf.com / Por Rosaldo Cavalcanti

terça-feira, 9 de março de 2010

Roberto Adler - 1a aula - Lagôa Rodrigo de Freitas






No ultimo domingo dia 7/3//2010 eu tive o prazer de conhecer melhor o Roberto Adler durante o seu primeiro "test drive" com o SUP . Acho que pelo fato dêle curtir o velejo com o "Dingue" da flotilha do Clube Caiçaras e por isso mesmo já ter intimidade com o espelho d'água da nossa delumbrante lagôa, êle remou durante 1 hora sem cair e num ritmo bem forte ...
Aliás, esse sobrenome "ADLER" é sinônimo de competência no iatismo internacional; não é mesmo (?!...) Portanto; a paixão pelo mar, o equilíbrio e a destreza sobre as aguas, devem estar no sangue (...)

Quando já estávamos ali entre a hípica e o Clube Naval, êle me disse que foi colega de carteira/"colega de assento" - no tradicional Colégio Rio de Janeiro - do meu querido e muito saudoso amigo, sócio e ídolo Pedro Paulo Guise Carneiro Lopes, mais conhecido internacionalmente como Pepê Lopes várias vezes campeão de surf , e campeão mundial de Vôo Livre.
O Roberto é dessas pessoas que conheceram bem o Pepê; aliás, muito antes de mim, e muito antes dêle ficar tão famoso, quando êle já era campeão de equitação lá no Clube Floresta (que fica ali na estrada antiga de Jacarépaguá) .

Fiquei contente de saber disso e simpatizei ainda mais com a figura calma e tranquila do cara . E, pelo visto ele curtiu muito, pois já reservou horário nos domingos pela manhã .
Muito provavelmente, em breve êle vai passar da prancha 12' de iniciante para a 10'- ambas cedidas gentilmente pela marca ART IN SURF - marca de pranchas e equipamentos importados para SUP, que que eu uso, represento e recomendo !

As fotos mostram bem a bôa postura dêle logo na primeira aula ...

OBS: Os dias nublados e chuvosos são perfeitos para a prática do SUP surf !

domingo, 7 de março de 2010

posto 6 - Copacabana - domingo 7/3/2010







Depois de uma 1a aula puxada de manhã cêdo ali na "Sacopenapã", (que se recupera muito bem...) para um aluno novo, que deve aparecer aqui no SUP CARIOCA em breve ( foi colega de classe do Pepê aos 10 anos de idade ...); mal cheguei em casa e fui logo "intimado" pelos meus parceiros Zé Mário Sperry e André Sansoldo, para um "confere" nas boas marolas do Posto 6 em Copacabana ...
Resultado: Duas horas de treino forte no meio do "crowd" de uma molecada de bodyboarders que lá estão sempre curtindo muito as marolas perfeitas e tão perto de casa, geralmente surfando as ondas em grupo; e aos gritos, mas pelo menos hoje sem grandes atritos nem discussões (...)

Curtimos muito parte da nossa tarde de Domingo lá, como muito provavelmente curtiram também os cariocas e turistas do mundo inteiro que assistiam e vibravam sentados no confôrto panorâmico da "Confeitaria Colombo", inteligentemente instalada ali para a alegria e o deleite de quem a frequenta (...)
Fotos : André Sansoldo

sábado, 6 de março de 2010

Sergio Brandão 3a aula - Lagôa - 6/3/2010






...ontem a noite eu tentei entrar em contato como o biólogo Mário Moscatelli , para saber com êle se atualmente já existe algum boletim aberto ao público sôbre a qualidade da agua na lagôa, ainda mais depois dessa ultima "misteriosa" mortandade de dezenas de toneladas de peixe na "Sacopenapã"(...)

Primeiro eu procurei o cara no GOOGLE, que me sugeriu procurá-lo no "FACEBOOK"... Diante disso resolvi me cadastrar no internacionalmente afamado site de relacionamento, e minutos depois de feito isso, entrou um "tsunami" de e.mails no meu EUDORA ( programa "jurássico" p/ MAC ) de vários amigos, seus amigos e pessoas conhecidas saudando a minha adesão; mas o único que não "apareceu" foi o nosso biólogo, que eu espero conseguir contactar qualquer hora dessas para tentar entender mais sôbre esse lugar, que além de ser um dos mais belos cartões postais do carioca é também perfeito para os treinos de sup ...

Assim sendo, resolvi seguir com o Sergio Brandão para o parque dos Patins e conferir "in loco" qual seria a possibilidade de mais um treino forte de "sup"... Chegando lá logo notamos que a mãe natureza já tinha feito o belo trabalho habitual de reestabelecer o equilíbrio ambiental do belíssimo ecossistema existente na lagôa, e muito provavelmente para isso, contando também com o consêrto providencial do tal trator que fica ali no "Jardim de Allahrme" (sim, porque é uma área de pivetes e assaltos constantes aos transeuntes ! ) que "falhou" no serviço da semana passada, acarretando em mais um desses desastres habituais e bem conhecidos por nós cariocas da zona sul nessas últimas décadas (...)

Para a nossa grata surprêsa pudemos notar vários cardumes de peixes pequenos perto das margens, alem de muitas garças (sempre com seus lindos filhotes !), biguás e outras aves que por lá insistem em habitar, o que nos faz crer que a lagôa já se recupera rápidamente de mais uma imcompetência explícita do nosso, quase sempre, omisso e ineficiente poder público (...) Nada de novo ! Nem mesmo com o nosso "tycon carioca" injetando grana e muito interêsse, o tal do "trator do Jardim de Allahrme" funcionou quando era imprescindível ! Vamos ver se até 2016 (?!?!...)
Certamente esses cardumes que vimos hoje são da "nova geração"(...)
Vida longa para êles !
A "Sacopenapã" resiste, e salve ela (...)
Um bom domingo !

Arnaldo Borges - travessia Portogalo - Sororoca (return)






...Revezando entre o trabalho no RJ, na marina do condominio Portogalo e no hotel e na pousada espetacular que tem na serra da Bocâina, Arnaldo Borges sempre aproveita qualquer tempo livre para treinar sup surf ! E, para treinar o preparo fisico e curtir o "sup surf" intensamente, ele treina a remada em travessias longas e belíssimas entre o Portogalo e a Ilha Grande ! Para isso ele acaba de estrear a sua Bark - 14' própria para passeios e travessias . Nessas fotos que eu acabo de receber, vemos êle curtindo demais o sabado -6/3/10- a deslumbrante natureza característica da beira mar Angrense, momentos antes de partir para o trabalho na serra da Bocaina (...) Nada mal; HEIN ?!

quinta-feira, 4 de março de 2010

SUP in Uluwatu !






Aqui estão alguns momentos de puro prazer que meus amigos Julio Tedesco e Ricardo Hachyia curtiram em suas férias 2009 - Uluwatu - Bali . As imagens mostram muito bem que o SUP não funciona apenas em marolas, mas também em ondas grandes e com pressão .
É sempre importante lembrar que para surfar essas ondas sem ter "problemas" com os surfistas locais e visitantes , é imprescindível ter muita educação e respeito, alem de tomar MUITO CUIDADO com todos que estão ali pelo mesmo motivo : SURFAR e se divertir !
Acho que não precisa dizer mais nada, pois essas lindas imagens dizem tudo ...
"Selamat surfing" a todos e com tôdas as pranchas, aqui e lá (...)